sábado, 3 de novembro de 2012

Pontos de açúcar

Já que estamos a falar de compotas o melhor é falar também dos pontos de açúcar, tão importantes não só para as compotas, mas para tantas outras coisas na cozinha.

Por isso aqui fica uma ajuda sobre os pontos de açúcar.



- Ponto de fio:
Atingimos o ponto fio quando mergulhamos os dedos em água fria e depois colocamos uma gota da calda de açúcar entre o polegar e o indicador.


- Ponto estrada:
É quando passamos com uma colher de pau no fundo do recipiente onde se coze o açúcar. Ou seja, passamos com a colher e ficamos com "estrada" no meio do açúcar.


- Ponto pérola:
Atinge este ponto de calda de açúcar se deitarmos numa colher um pouco da calda do açúcar, vai-se formar um fio resistente, que se assemelha a uma gota, ou seja, uma pérola.

- Ponto pasta ou ponto de espadana:
Com a ajuda de uma escumadeira retira-se um pouco da calda de açúcar. Verificamos que se forma uma camada fina, que acompanha os movimentos que se quiser dar.

- Ponto de fio forte:
Quando vertemos de uma colher um pouco de calda de açúcar, vai-se formar um fio forte.

- Ponto geleia:
Retira-se do tacho para um prato um pouco do preparado obtido da calda de açúcar. Deixa-se arrefecer na totalidade. Depois, passa-se com uma colher e, caso se forme uma estrada, está pronto.



Sem comentários:

Publicar um comentário